(81) 99975-9997

Brasil

Traficante André do Rap é solto e gera revolta e uma possível greve de policiais pelo Brasil

Publicada em 13/10/20 às 23:03h

por Plantão 365


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Andre de Oliveira-Reprodução Google)

A soltura concedida pelo Ministro Marcos Aurélio Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), ao mega traficante e assassino André Oliveira Macedo, vulgo (André do Rap), de 43 anos, gerou uma grande confusão e uma ruptura entre as polícias e a justiça do país.


André do Rap, é apontado como um dos chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC) facção que atua dentro e fora dos presídios de São Paulo, o traficante, estava preso desde setembro de 2019 e foi solto no último sábado (10).


Marco Aurélio determinou a soltura de André, após um pedido de habeas corpus feito por ele mesmo em agosto desse ano. O ministro do STF afirma que André do Rap está preso desde o final de 2019 sem uma sentença condenatória definitiva, excedendo o limite de tempo previsto na legislação brasileira para prisão preventiva.


(Imagem Reprodução)



Por conta desta soltura, polícias de todo Brasil, junto às associações de praças e oficiais já preparam uma mega greve nacional de repúdio ao STF. Os agentes de segurança do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Ceará, Bahia, Rio Grande Do Sul, Aracaju, Paraná, Espírito Santo e Distrito Federal, já prepara uma paralisação para o dia 27 de outubro com pautas já definidas. Segundo informações, associações de outros estados já estudam participar também na paralisação.


(André do Rap- Imagem Reprodução Google)


As informações ainda dão conta de que o Governo Federal e o comando do Exército estão monitorando de perto esse possível movimento e já estão preparando um pedido emergencial de GLO nacional, caso haja a confirmação desta greve.


Para piorar a relação entre a polícia e justiça, um policial do Rio de Janeiro, identificado como Sargento Cirio Damasceno Santos, de 51 anos, foi assassinado com tiros de fuzil (AK47), o policial foi alvejado na cabeça, dentro de uma viatura, manhã da última segunda-feira (12). Ele ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu e veio a óbito. De acordo com a polícia, o policial estava fazendo uma ocorrência de um baile funk em uma comunidade da zona Oeste Carioca, regada a drogas, armamento de guerra, onde a polícia não pode agir, mesmo com mais de 70 ligações ao 190, isso porque o STF não permite mais ações em comunidades cariocas.


Governo do Rio cria grupo de crise, para monitorar suas polícias e já prepara para uma greve com efeitos catastróficos ao Estado. A polícia de São Paulo também monitora uma possível greve sendo montada para o dia 27. Deixando o clima mais tenso, a Polícia Civil de SP que reivindica aumentos, já se movimenta para entrar na greve.



Fonte: Site/ Viva abc


______________ Publicidade _____________





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








.

LIGUE E PARTICIPE

Copyright (c) 2020 - Plantão 365